Segunda, 22 de Abril de 2024 03:36
35 4239-0090
Agropecuária Agropecuária

Ceasa Contagem ganha ponto de coleta de embalagens vazias de agrotóxicos

Com novo posto na Região Metropolitana de Belo Horizonte, produtores rurais contam com local mais próximo para cumprir a legislação

13/09/2023 13h25
Por: Redação Fonte: Secom Minas Gerais
Igor Torres / IMA
Igor Torres / IMA

Foi inaugurado na CeasaMinas, unidade Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), um posto para recebimento de embalagens vazias de agrotóxicos. Localizado na entrada da Central de Abastecimento, o posto tem capacidade para receber até 20 toneladas de embalagens por mês e é gerenciado pela Associação dos Revendedores de Defensivos Agrícolas do Vale Paraopeba e Região (ARDAVPR).

Presentes no cultivo dos pequenos e grandes produtores, a fabricação, comercialização e uso dos agrotóxicos são regulamentados e monitorados pelas entidades governamentais, assim como o descarte das embalagens, que é uma responsabilidade compartilhada entre quem compra e quem fabrica esses produtos.

Igor Torres / IMA
Igor Torres / IMA

O Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) , órgão vinculado à Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) , é responsável pela fiscalização do comércio e do uso de agrotóxicos no estado. A coordenadora regional do IMA em Belo Horizonte, Ivana de Carvalho, diz que, além de exigir o cumprimento da legislação vigente, “o IMA trabalha para conscientizar os produtores de Minas Gerais sobre a importância da destinação correta das embalagens vazias de agrotóxicos”.

Já segundo o secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais, Thales Fernandes, “a legislação que trata desse assunto é das mais inteligentes que temos. Ela põe obrigação para quem produz, para quem vende e quem consome”.

Continua após a publicidade

Vinda de Igarapé, a produtora de folhosas Rosilei Henriques, de 39 anos, frequenta a CeasaMinas semanalmente para vender seus produtos. Ela comemora a instalação do posto de recebimento de embalagens no local. “É uma mão na roda, como diz o mineiro, a gente já vem para comercializar (os produtos) e aproveitamos para trazer as embalagens. Fica bom para produtor e para todo mundo, porque evitamos a contaminação do meio ambiente”.

As embalagens de agrotóxicos são altamente tóxicas e, quando abandonadas ou descartadas de forma inadequada, podem contaminar o solo e os lençóis freáticos. Além disso, a reutilização das embalagens é proibida e coloca em risco a saúde de pessoas e animais.

A inauguração do novo posto na CeasaMinas marca o Dia Nacional do Campo Limpo, comemorado em 18/8, e visa conscientizar a comunidade sobre a importância da destinação correta dessas embalagens.

Segundo o coordenador de operações do Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (inpEV), Jair Furlan Junior, o Brasil é um dos países líderes no mundo na destinação correta de embalagens vazias de agrotóxicos. “De todos os defensivos agrícolas consumidos no Brasil, 94 a 96% das embalagens desses produtos são devolvidas. Em nenhum país do mundo existe isso, nós somos referências”, afirmou.

A Ceasa Contagem recebe, aproximadamente, 3 mil produtores por dia e possui um fluxo de 476 mil veículos com cargas por mês, e é referência em vendas de produtos hortifrutigranjeiros e de insumos agrícolas.

A importância da parceria entre o IMA e o inpEV

O sucesso do Sistema Campo Limpo se deve à parceria entre diversos elos da cadeia produtiva de agrotóxicos, incluindo fabricantes, distribuidores, revendedores, agricultores, órgãos de fiscalização e de meio ambiente. Essa parceria permite que as embalagens vazias sejam coletadas e recicladas de forma eficiente.

O IMA está presente em quase todos os municípios de Minas Gerais. Essa capilaridade permite que o órgão fiscalize de forma eficiente o comércio e uso de agrotóxicos. O inpEV, por sua vez, conta com uma estrutura mais enxuta, mas é responsável pela logística de coleta e reciclagem das embalagens vazias.

A parceria entre o IMA e o inpEV já dura 20 anos. Nesse período, o programa foi capaz de reduzir o descarte inadequado de embalagens vazias de agrotóxicos em Minas Gerais em mais de 90%.

O Dia do Campo Limpo é uma ação realizada pelo ipEV, em parceria com o IMA, a Associação dos Produtores de Hortifrutigranjeiros de Minas Gerais (APHCEMG), a ARDAVPR e a  Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater-MG) .

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.